Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘brasil’

Por: Ramon Vargas Leite, Vitor Kendi Iida Kosaka e Wallace Fernandes de Faria – Dê crédito aos autores!

Hospedagem Domiciliar em Jericoacoara – Ceara, Brasil

Jericoacoara

APRESENTAÇÃO

O turismo constitui hoje, uma atividade econômica e social importante na geração de renda e empregos no Brasil e no mundo, sendo observados benefícios principalmente nas regiões de destino. A realização da atividade turística, entretanto, pode acarretar em impactos negativos sobre a economia local (aumento do custo de vida, especulação imobiliária, instalação de empresas de fora da cidade, exclusão da comunidade local nos ganhos do turismo, etc.) e sobre a vida das comunidades locais (perda da identidade cultural, inserção de novos valores sociais e culturais, perturbação da ordem pública, etc.). Em resposta a esses impactos negativos, a criação de uma rede de hospedagem domiciliar têm sido uma alternativa de desenvolvimento e manutenção das comunidades locais de maneira sustentável.

Jericoacoara, distrito de Jijoca de Jericoacoara, manteve suas características originais como uma vila de pescadores até ser descoberta pela mídia e ser inserida no mercado de turismo domiciliar e internacional. O difícil acesso fez com que a vila mantivesse parte de suas características originais. Porém o desenvolvimento do turismo vem trazendo rápidas mudanças no ambiente e nas relações sociais da vila. As casas de pescadores que há poucas décadas representavam o único espaço para os turistas se abrigarem e que serviam como atividade complementar a renda familiar, vêm perdendo espaço para a construção de inúmeras pousadas sendo que algumas obedecem até mesmo padrões internacionais de qualidade.

Para ler o documento na integra, clique aqui.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Por: Tamara Coelho Soares – Dê crédito aos autores!

Características do Turismo de Experiência: Estudos de Caso em Belo Horizonte e Sabará sobre Inovação e Diversidade na Valorização dos Clientes

Ângelo-no-Piano-Quintas-dos-Cristais-2009

RESUMO

O presente trabalho aborda conceitos do Turismo de Experiência e suas aplicações no  setor turístico de Belo Horizonte. Concomitantemente analisa as possíveis influências  que práticas inclusivas no turismo podem causar ou não, ao desenvolvimento e  aplicação do Turismo de Experiência na cidade. Trata-se de uma análise do  conhecimento, aceitação e assimilação dessas abordagens pelos órgãos de planejamento  e gestão, por alguns exemplos  pré-selecionados no mercado e por associações de setores  turísticos da capital mineira.

Palavras-Chave: Economia de Experiência, Turismo de Experiência, Práticas Inclusivas.

Para ler o documento na integra, clique aqui.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Por: Dener Henrique de Queiroz Fonseca – Dê crédito aos autores!

Análise do Segmento de Cicloturismo no Caminho dos Anjos

Caminho dos Anjos

RESUMO

Esse ensaio constitui-se de uma pesquisa teórico-empírica que se propôs a analisar o segmento de cicloturismo no Caminho dos Anjos, roteiro turístico localizado no Sul de Minas. Foram analisadas as estratégias de gestão, infra-estrutura e promoção do destino, com o intuito de avaliar se o destino em questão esta preparado para receber Cicloturistas. O trabalho está organizado em quatro partes subseqüentes. A primeira delas é o referencial teórico, composto por quatro partes principais que tratam de conceitos sobre turismo, planejamento e gestão, mercado, marketing, segmentação de mercado e cicloturismo. Em seguida, apresenta-se a metodologia de trabalho e a definição operacional dos termos investigados. Já a terceira parte, abrange a apresentação e análise dos dados coletados no Caminho dos Anjos. Por fim, são tecidas as considerações finais. Os resultados mostraram que atualmente o Caminho dos Anjos apresenta falhas na infra-estrutura, gestão e promoção de seu destino, todavia conta com um projeto que quando colocado em prática poderá vir a sanar a maioria das deficiências encontradas.

Palavras-chave: Turismo, Cicloturismo e Caminho dos Anjos.

Para ler o documento na integra, clique aqui.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Por: Rafael Almeida de Oliveira – Dê crédito aos autores!

Descentralização: Um Paralelo entre os Circuitos Turísticos de Minas Gerais e o Modelo Francês de Regionalização do Turismo

Bandeira França

RESUMO

Esse trabalho realizou uma análise dos temas descentralização e regionalização dentro do contexto do turismo. Para tanto, foi feito um paralelo entre dois modelos de regionalização do turismo: o sistema francês e o programa de  Circuitos Turísticos de Minas Gerais baseado no primeiro. O principal objetivo foi avaliar quais eram as principais semelhanças e diferenças entre ambos os sistemas e verificar os resultados da implementação de uma mesma política de turismo em duas realidades distintas. Foram consultadas pesquisas já realizadas sobre o sistema francês e o programa mineiro, além de um levantamento documental, coleta de dados estatísticos em instituições de reconhecimento nacional e internacional e entrevistas com gestores da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur). Os resultados mostraram que apesar do programa de Circuitos Turísticos possuir uma maior grau de descentralização e autonomia dos poderes locais em relação ao sistema francês, essas características ainda não conseguiram resultar num maior desenvolvimento regional. Houve um avanço na participação local e consolidação das redes turísticas em Minas Gerais, mas a dificuldade de mobilização e a fragilidade das relações entre os participantes dos Circuitos ainda se demonstram como empecilho para o sucesso dessas associações.

Palavras-chave: Descentralização, regionalização, federalismo, turismo, planejamento turístico, relações intergovernamentais, políticas públicas.

Para ler o documento na integra, clique aqui.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Por: Álvaro Sales e Anna Cristina Machado – Dê crédito aos autores!

Resumo

O objetivo do presente trabalho é a verificação da atividade turística nos municípios de Sete Lagoas e Cordisburgo, Minas Gerais, de maneira a conhecer e avaliar como seus atrativos têm sido trabalhados no sentido de envolver o turista e fazer com que ele estabeleça uma relação respeitosa e cuidadosa com esses locais. Para isso, foram realizadas revisões nos conceitos de topofilia, topofobia e geoturismo, assim como um trabalho de campo que resultou numa caracterização para melhor conhecimento da região e na observação in locu da percepção dos habitantes locais sobre a área de estudo. Por fim, propomos algumas ações que podem otimizar a atividade turística nos dois municípios, tanto para o turista, quanto para o espaço em si.

Palavras-chave: carste, geoturismo, topofilia.

Gruta Rei do Mato

Gruta Rei do Mato

1 Introdução

O presente artigo é fruto de um trabalho de campo realizado nos municípios de Sete Lagoas e Cordisburgo nos dias 27 e 28 de outubro de 2007. Foram visitados alguns locais, incluindo pontos turísticos já consolidados, e aplicados questionários de percepção da paisagem junto à população local.

Os municípios de Sete Lagoas e Cordisburgo estão localizados próximos à Belo Horizonte, com distâncias de 76 km e 113 km aproximadamente. Estão inseridos numa área geológica chamada de carste, com presença de grutas e dolinas. Sete Lagoas constitui um pólo econômico representativo no estado de Minas Gerais e Cordisburgo, possui a pecuária e agricultura como principais atividades econômicas. Turisticamente falando, as duas cidades estão inseridas no Circuito Turístico das Grutas, divisão essa que divide o estado em circuitos a partir de características físicas, culturais e/ou econômicas.

Dessa forma, propomos neste artigo pontos de visitação turística nos dois municípios. Esses pontos foram definidos e embasados a partir do geoturismo, que se utiliza de características geográficas e culturais para definir atrativos turísticos. Assim, é feita uma caracterização geográfica da região, seguida da conceituação de termos relacionados à percepção da paisagem, para determinar pontos com enfoque em geoturismo.

Bookmark and Share

(mais…)

Read Full Post »

Por: Ana Carolina Pontes, Anna Cristina Machado, Gustavo Pereira Pinto e José Geraldo de Moura Jr – Dê crédito aos autores!

Proposta de Plano Interpretativo Mariana – MG

Tema – Turismo Histórico Cultural: As Raízes das Tradições Mineiras

Proposta de Plano Interpretativo Mariana - MG

Proposta de Plano Interpretativo Mariana – MG

Objetivos

  • Apresentar a cidade sob uma nova perspectiva, despertando um novo olhar.
  • Abordar a vida privada no período colonial.
  • Reconstituir partes dos aspectos do cotidiano da vida colonial e sua interface com a formação do povo mineiro.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Por: Rodrigo Moreira Magalhães e Luísa Lagoeiro Ferreira – Dê crédito aos autores!

Alternativas de Visitação para o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu

Parque Nacional Cavernas do Peruaçu

RESUMO

Resultados finais do projeto Alternativas de visitação para o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu (PNCP), desenvolvido no ano de 2007, pelos alunos Rodrigo Moreira Magalhães e Luísa Lagoeiro Ferreira. O Parque está localizado na região Norte de Minas Gerais, mais precisamente entre os municípios de Januária, Itacarambi e São João das Missões, e tem, como principal atrativo, a visitação de cavernas. O projeto teve como objetivo propor novas modalidades turísticas que poderiam ser desenvolvidas no PNCP, de forma a diversificar seus atrativos e oferecer novas alternativas de renda para a população de seu entorno.

Palavras-chave: Parque Nacional Peruaçu, uso público.

Para ler o documento na integra, clique aqui.

Não se esqueça de dar crédito aos autores!

Compartilhe!
Bookmark and Share

Read Full Post »

Older Posts »